Resenha || O Restaurante no Fim do Universo #2 | Douglas Adams | Editora Arqueiro

O Restaurante no Fim do Universo

O Restaurante no Fim do Universo 

Dlougas Adams

Título original: The Restaurant at the End of the Universe
Gênero: Ficção Científica, Humor
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 176
Edição: 2010
Avaliação: ★★★
* Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: O que você pretende fazer quando chegar ao Restaurante no Fim do Universo? Devorar o suculento bife de um boi que se oferece como jantar ou apenas se embriagar com a poderosa Dinamite Pangaláctica, assistindo de camarote ao momento em que tudo se acaba numa explosão total? A continuação das incríveis aventuras de Arthur Dent e seus quatro amigos através da Galáxia começa a bordo da nave Coração de Ouro, rumo ao restaurante mais próximo. Mal sabem eles que farão uma viagem no tempo, cujo desfecho será simplesmente incrível.

Neste segundo volume da trilogia de cinco O Guia do Mochileiro das Galáxias, voltamos a acompanhar as desventuras de Arthur Dent no meio do espaço, passando por  um tremendo sufoco depois que concordou viajar em uma nave desconhecida com seu amigo Ford Prefect, um E.T que estava na Terra fazendo uma pesquisa, quando o seu planeta é destruído. Mas claro que Arthur não fazia ideia das enrascadas em que ia se meter. 

Em O Restaurante no Fim do Universo as coisas estão ainda menos promissoras para a dupla, que agora conta também com a presença de um alienígena de duas cabeças foragidos, uma terráquea que também fugiu e um robô muito, muito depressivo. Meu querido Marvin, que tem as falas mais geniais.

Sim, existe um restaurante no fim do universo, e sim, nosso personagens terão um jantar inesquecível lá, com direito a muitos pratos exóticos e confusões épicas. E ah, uma viagem no tempo está inclusa nesse pacote.

Resenha || Dica da Ka | Karina Milanesi | Editora Belas Letras


Dica da Ka

Karina Milanesi

Gênero: Bem-Estar e Lazer
Editora: Belas Letras
Número de Páginas: 120
Edição: 2016
Avaliação: ★★★★
* Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse:
Invente, recicle, reuse, decore, transforme sua casa e sua autoestima, colocando sua identidade naquilo que você toca. Venha botar a mão na massa com Karina Milanesi, uma das maiores especialistas em DIY (Faça você mesma) e fundadora do Dica da Ka, canal com mais de 40 milhões de visualizações no Youtube. Surpreenda-se com o que você tem o poder de fazer sozinha, mas não imaginava! Motive-se, divirta-se muito e descubra ao longo das páginas deste livro (incluindo esta capa) dons escondidos em você com dicas inéditas de decoração da Ka, com o passo a passo de cada uma. Porque não tem presente tão bom quanto ouvir um elogio por algo que você fez e responder: “Gostou? Fui eu que fiz!”.
Descubra dentro de você muitos dons escondidos por meio deste livro, e depois de colocar a mão na massa, esteja preparada para dizer uma frase que faz toda a diferença depois de receber muitos elogios: "Gostou? Fui eu que fiz!"

Já parou pra pensar em quantas coisas vão parar no lixo diariamente? Estamos na era do consumo. Tudo que precisamos pode ser comprado facilmente. Raramente reutilizamos um objeto que está encostado para transformá-lo em algo útil novamente. E acabamos gerando um ciclo vicioso de comprar - usar - jogar fora

Resenha || A Garota do Calendário #4 - Abril | Audrey Carlan | Verus


A Garota do Calendário - Abril Abril - A Garota do Calendário #4

Audrey Carlan

Título original: Calendar Girl - April
Gênero: Romance, Hot
Editora: Verus
Número de Páginas: 160
Edição: 2016
Avaliação: ★★★
Sinopse: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir “não” de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.
*Leitura recomendada para maiores de 18 anos

Resenhas dos volumes anteriores: 
A Garota do Calendário #1 - Janeiro
A Garota do Calendário #2 - Fevereiro
A Garota do Calendário #3 - Março

Depois de um mês maravilhoso repleto de novas amizades e descobertas com Anthony Fasano, agora Mia Sauders desembarca em Boston para ficar um mês com Mason Murphy, um astro do beisebol em ascensão que precisa de uma namorada de mentira para "limpar" sua imagem na mídia. E a imagem do Mason não é das melhores; bebidas, noitadas e confusões mancham a ficha do rapaz, que é tão bonito quanto infantil.

Assim que conhece seu novo cliente Mia sabe que terá muito trabalho a fazer. Além disso, terá que ajudar Mason e Rachel, sua assistente, a enfim abrirem os olhos e o coração para o sentimento que insistem em esconder. A cupido Mia está na área. Mas quem irá ajudá-la com os próprios dilemas?

Resenha || Bruto | Thedy Corrêa | Editora Belas Letras


Bruto

Thedy Corrêa

Gênero: Poesia
Editora: Editora Belas Letras
Número de Páginas: 136
Edição: 2016
Avaliação: ★★★★
* Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse:
Imagine-se manuseando os cadernos de Thedy Corrêa e deixe-se levar por textos publicados tal qual surgiram: palavras simples, no estado Bruto, sem retoques. Poemas, divagações em horas de insônia e anotações de viagens se misturam com histórias sobre como surgiram as canções do Nenhum de Nós, banda da qual Thedy é vocalista e um dos fundadores. A edição deste livro também foi concebida para ser lida como se fossem anotações de rascunho no estado bruto, tanto pela capa como pelas costuras aparentes.
"Sempre sonhei /com o poder das palavras/ das lembranças"


Até bem pouco tempo eu não lia Poesia, não sei por qual razão, não me sentia atraída pelo gênero, ou melhor, acho que não tinha maturidade suficiente para captar o sentido que cada verso trazia. Felizmente, me dei a chance de conhecer essa outra maneira de expressar sentimentos, e o resultado é que estou simplesmente encantada. 

Resenha || Depois daquela montanha | Charles Martin | Arqueiro


Depois daquela montanha

Charles Martin

Gênero: Romance
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 297
Edição: 2016
Avaliação: ★★★★★
* Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse:
O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo. Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida. Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada. Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas. Publicado em mais de dez países, Depois Daquela Montanha chegará às telas de cinema em 2017, com Kate Winslet (de Titanic) e Idris Elba (de Mandela) escalados para os papéis principais de uma história que vai reafirmar sua crença na vida e no poder do amor.

Algumas leituras nos marcam de tal forma que nem sabemos ao certo como começar a escrever sobre elas. Ou como traduzir os devaneios literários por meio da escrita. Depois daquela montanha é um livro um lançado recente pela Editora Arqueiro. Escrito por Charles Martin, um romance com uma carga dramática que desencadear sentimentos como: dor e desespero.
"Você estava certa. Certa o tempo todo. Sempre há esperança. Sempre."

O enredo traz a história de Ben e Ashley, ambos bem sucedidos. Ele é um médico renomado e voltava de uma conferência, ossos do ofício; ela é uma jornalista exigente e, estava prestes a se casar, em pouco menos de 48 horas.Os dois embarcam no avião rumo aos seus destinos, mas são impedidos por uma forte tempestade, já que enfrentavam um inverno rigoroso. O piloto do avião os informa que o voo foi cancelado e teriam que passar a noite na cidade de  Salt Lake City (EUA). Não tendo como optar, eles voltam ao aeroporto e tentam encontrar uma alternativa.