Uma viagem Cultural: livrarias de Buenos Aires

Qual tal apresentarmos Buenos Aires, abordando suas livrarias, em uma perspectiva turísticas? Sempre achei que devia ser criado um roteiro, obrigatório, de livrarias e bibliotecas apaixonantes, pelo mundo todo.

E como Buenos Aires foi eleita pela UNESCO a capital mundial do livro, em 2011, nada mais justo do que falarmos, aqui, sobre as livrarias dessa incrível cidade.
Sim, porque uma livraria é um ótimo lugar para se visitar quando se está de férias. Eu, particularmente, gosto das pequenas, pois muitas vezes somos atendidos pelos próprios donos, que (em quase todos os casos) são pessoas apaixonadas pelo seu ofício, e nestes casos, conversar com o livreiro é uma forma de conhecer e compreender a cidade e seus hábitos.

Buenos Aires é uma cidade de grande e luxuosas livrarias, que ficam em avenidas importantes. Porém, existe também aquelas que ficam “escondidas" em bairros mais afastado do centro, mas que não deixam a desejar. Uma vez que seus atrativos se encontram na história que representam e no espaço cultural, pois muitas estão em edifícios de valor patrimonial.

A avenida Corrientes entre Callao e 9 de julio (barrio de San Nicolás) é onde está concentrado  a maiorias das livrarias de Buenos Aires. Nas avenidas Santa Fe e Juramento e nos shopping centers também existe grandes livrarias com as últimas publicações e muitos material de interesse turístico: livros de fotos e edições luxuosas sobre o tango.



Bom, na sua próxima viagem, não esqueça de colocar em seu roteiro uma visita às livrarias da cidade.

"Há algo magico: eu continuo comprando livros. Não posso ler todos, porém a presença dos livros me ajudam..." Jorge Luis Borges