[Junipampa] Bagé tem Centro de referência em sustentabilidade: IPEP - Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa

A falta de água é apontada como um dos grandes problemas do século XXI. Dados da 4ªedição do Relatório de Desenvolvimento Mundial da Água, denominado "Gerenciando a Água sob Incerteza e Risco", da Organização das Nações Unidas (ONU), apontam que se nada for feito, o mundo será afetado de forma drástica pela falta de água. Segundo o documento, a demanda por água procede basicamente de quatro atividades: a agricultura, a produção de energia, os usos industriais e o consumo humano. A agricultura e a pecuária fazem uso intensivo de água. Somente a agricultura responde por 70% da quantidade total de água utilizada pelo conjunto de atividades agrícolas, municipais e industriais (incluindo a produção de energia).

Em Bagé esse problema já é real. A população, no ano de 2012, permaneceu por mais de 240 dias (oito meses) com um corte no abastecimento de 12 horas diárias. A escassez da chuva fez com que as barragens fossem esvaziando e, sem haver outro meio de abastecimento para a cidade, a solução foi realizar o corte, na tentativa de conscientizar a população e evitar o desperdício de água.

Logo, torna-se latente, nos dias de hoje, a necessidade de despertar para uma consciência ambiental e a sustentável. Pensando nisso, fomos entrevistar João Rockett, diretor do IPEP - Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa, cuja sede localiza-se em Bagé, RS. O IPEP foi fundado em julho de 2000, por João Rockett em parceria com a PAL - Permacultura América Latina, onde mantém o centro de referência em Permacultura e sustentabilidade.
Foto: Nilda de Souza
O Instituto tem experiência reconhecida nacional e internacionalmente no desenvolvimento de tecnologias e soluções nos eixos: água, alimento, habitação e energia. São realizados cursos, pesquisas e ações demonstrativas em várias regiões e cidades do Brasil, Índia, Moçambique, Argentina e Uruguai. As atividades realizadas através desses eixos têm como espinha dorsal o desenvolvimento de uma consciência mais ampla no que tange o homem em seu meio, nas relações com outros seres humanos e com toda vida sustentada pelo planeta. Dessa forma, são propostas ações práticas e cursos de capacitação, alternativas para uma forma de vida mais integrada com a natureza.

JUNIPAMPA: O que é Permacultura e qual o principal objetivo do IPEP?

Acesse o Junipampa para ler a resposta



0 comentários:

Postar um comentário