Livros infantis: Carlota quer ser princesa e Carlota e os monstros

Livro Carlota quer ser princesa
Carlota quer ser princesa é o primeiro livro da série estrelando uma menina levada, birrenta e cheia de opinião.

A menina Carlota certo dia não quer ir para a escola com sua roupa normal, que acha sem graça. Pede à mãe para vestir seu vestido de princesa. Depois de idas e vindas, ela finalmente consegue ir com sua roupa tão diferente, só que no fim a mãe também veste um vestido muito especial, e as duas saem assim felizes da vida. A acolhida no local de trabalho e na escola é ótima e compõe o desenlace da história. 
O livro quer demonstrar que a criatividade da mãe e da filha vale e pena, e que a perseverança traz frutos. O diferente e a originalidade são premiados.

Destaques:


- Os desenhos de traço livre;

- Detalhes de dourado (quinta cor);

- Capa dura/ papel couché.

Livro Carlota e os monstros
Carlota não consegue dormir e se vê perseguida por monstros maluquinhos, bem coloridos e até que inofensivos. Mas seu medo deles é grande. Aparecem toda hora em seu quarto, basta a mãe virar as costas que eles a atormentam. O que fazer? A mãe quer dormir, quer que a filha durma. Uma tem que ir ao trabalho cedo, a outra tem escola. 



Carlota se enche de coragem e decide enfrentar os monstros. Descobre que queriam um pouco de diversão. Assim como toda criança, eles adoram televisão — também têm seu lado infantil. Final feliz, a coisa se resolve do jeito mais simples possível.


Como em toda a série da Carlota, vemos uma menina birrenta e perseverante às voltas com questões bem corriqueiras do dia a dia, tratadas de forma leve pela irreverente cineasta Doris Dörrie, que nos diverte com muita seriedade.

 Destaques:

- Ensina as crianças a dominarem seus medos e enfrentarem situações adversas;

- Desenho de cores fortes e traço irreverente;
- Inclui belo quebra-cabeça;
- Como sempre em Doris Dörrie, filha e mãe têm de se virar sozinhas.

A AUTORA

Doris Dörrie, nascida em 1955 em Hannover, na Alemanha, morou durante vários anos nos Estados Unidos depois de terminar o colegial. Estudou na Escola Superior de Cinema de Munique e hoje vive nesta cidade com sua filha Carla. A cineasta, que se tornou mundialmente famosa com seu filme Homens, é considerada uma das melhores narradoras da literatura alemã contemporânea.

A ILUSTRADORA

Julia Kaergel nasceu em 1965 em Hamburgo, onde vive atualmente. Lá cursou a Escola Superior de Design, com especialização em ilustração e livros infantis. Depois de várias participações em exposições e de receber o Prêmio de Incentivo do Museu do Livro Infantil de Troisdorf, publicou seu primeiro livro ilustrado, Carlota quer ser princesa