Disputa acirrada por uma cadeira: Transporte público sem qualidade

Você já entrou em um ônibus lotado e ficou tentando adivinhar quais das pessoas, que estavam, sentadas levantariam primeiro? Eu sempre tento fazer essa previsão. Meu objetivo é escolher a cadeira certa para ficar em pé ao lado e, claro, na hora que a pessoa levantar, eu sentar em seguida. O problema é que quase todas as pessoas em pé estão na mesma corrida maluca para conseguir uma cadeira.
Outro dia, quando eu voltava para casa de ônibus, depois de um dia exaustivo, uma passageira travou comigo uma disputa acirrada por uma cadeira. Eu estava em pé ao lado de um homem, que fez menção levantar. 

A passageira, que estava virada para lado oposto, percebendo os movimentos do homem, mais que depressa mudou de lado e passou a disputar cada centímetro do pequeno espaço que eu já ocupava (ela ficou em pé do lado direito).  

Para decepção de nós duas, parece que o passageiro só estava incomodado com o calor - ônibus lotado - e tentava minimizar o desconforto fazendo movimentos na cadeira. Adeus cadeira! Alarme falso. Ele não levantou.

Algum tempo depois, uma senhora levantou. Ela estava sentada do meu lado esquerdo, logo eu estava mais próxima da cadeira, mas quem sentou foi minha "adversária" do parágrafo acima.

A essa altura eu já havia desistido de disputar a uma cadeira, pois já estava próximo da minha parada. No entanto, ainda desejando/desejo ardentemente um transporte público de qualidade.

Imagem: Google


0 comentários:

Postar um comentário