Escritor africano, Mia Couto, na lista de leituras obrigatórias para o vestibular de 2016 da Unicamp

A Unicamp incluiu na lista de leituras obrigatórias, para o vestibular de 2016, o romance Terra Sonâmbula (1992), do escritor moçambicano Mia Couto.

A iniciativa de incluir a obra de Mia Couto é extremamente importante, pois contribui para que os vestibulandos leiam obras de autores africanos de língua portuguesa e, assim, mais pessoas possam conhecer as dinâmicas das relações raciais Brasil-África. A literatura como agente, contribuindo na luta contra o racismo e seus derivados; na valorização da cultura afro-descendente.


Não sei se todos sabem, a Lei 10.639/03,  por meio das Orientações e Ações para a Educação das relações étnico-raciais, inclui o ensino da História e Cultura Africana no currículo das escolas brasileiras.
No curso de Licenciatura em Letras há disciplinas, por exemplo, de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, Fundamentos de História e Cultura Afro-brasileira, Literatura Lusófona.

Legal conhecer nossas raízes!
Leia mais em: Correio Popular
Imagens Google

0 comentários:

Postar um comentário