[Lançamento] Machado de Assis: do folhetim ao livro


Ficha Técnica
Editora: nVersos
Autora: Ana Cláudia Suriani da Silva
Número de Páginas: 288
Estrutura: 14 x 21
ISBN: 978-85-8444-003-0


O post de hoje é sobre um lançamento que já estou louca para ler. Vou apresentar o livro Machado de Assis: do folhetim ao livro, lançamento da Editora nVersos.

Como vocês podem perceber pelo título é um livro que fala de Machado de Assis, mais especificamente do romance Quincas Borba.

Vocês sabiam que Machado publicou Quincas Borba no formato seriado (outras obras também)?! Bacana isso. Fico aqui imaginando como era as pessoas ficarem esperando, ansiosamente, pelo próximo capítulo toda semana.

Produzido como projeto de doutorado da autora e originalmente publicado em inglês, o livro Machado de Assis: do folhetim ao livro analisa o processo criativo do romance Quincas Borba em seus dois momentos distintos: sua publicação original como folhetim num periódico, e como esta dialogava com os outros elementos da revista, seus anúncios, gravuras e colunas, e sua publicação como volume único, e como as dificuldades da publicação em folhetim influenciaram a produção da obra definitiva, sua narrativa global ao invés de progressões episódicas lineares.

Além disso, Ana Cláudia busca mostrar como o enfoque da revista, dedicado à moda e aos interesses da elite contribuíram para marcar no autor sua narrativa realista e irônica, dedicada a criticar os costumes e a situação política de seu tempo com mordacidade.

Uma análise da coisificação do indivíduo, do homem tornado objeto pelo homem e como os vencedores tendem a ficar com os tubérculos.


Publicado originalmente no formato de folhetim na revista de moda A Estação, o romance Quincas Borba, de Machado de Assis é considerado um dos mais importantes da obra Machadiana e um dos que definem seu estilo de narrativa, realista e irônica.

Último romance publicado por Machado no então tradicional formato de publicação seriada em periódico foram as dificuldades enfrentadas pelo autor durante a publicação e sua transição para a obra como volume completo que definiram pontos importantes do estilo de escrita do mais relevante autor brasileiro.

Então é isso, gente. São as diferenças entre as obras - publicação seriada e volume completo -, seus pontos de encontro e distanciamento e suas consequências que são estudados por Ana Cláudia Suriani da Silva, em seu livro Machado de Assis: do folhetim ao livro.

(Release enviada pela Editora nVersos e adaptada por mim). 

0 comentários:

Postar um comentário