[Resenha] O Lado bom da Vida




Livro: O lado bom da vida
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Comprar: Submarino Saraiva | Cultura

Sinopse
Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele "lugar ruim", Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados".
Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora.

Pat Peoples tem cerca de 30 anos e acaba de sair de uma clínica psiquiátrica. Sua memória não é muito boa e ele não lembra como foi parar lá, e o porquê. A única coisa que sua a mente lembra é o pedido da esposa. Ela pediu para que eles ficassem um tempo separados, mas o desejo dele é reconquistá-la.

Com o coração ardendo pelo desejo de retomar a antiga vida, Pat tenta ser um homem novo, mas o que ele quer é a vida velha. Sua mãe, Jeanie, ama o seu filho acima de tudo, e mesmo sabendo do seu estado o protege contra tudo e todos, até mesmo o seu próprio marido.

A memória de Pat sofreu um tipo de lapso, isso porque algo muito ruim aconteceu com ele. Foi preciso passar alguns meses para reabilitar-se e tentar seguir uma vida normal. Todos a sua volta tentam não comentar sobre o incidente, porém Pat precisa recobrar a memória e vencer os lapsos que sofre constantemente.

Em uma determinada situação, Pat ouve uma música que o faz lembrar da sua esposa. E é essa canção que traz todas as lembranças de Pat de volta. Toda a sua memória e tudo aquilo que não consegue entender. Será que Pat conseguirá lutar contra si mesmo?


Com a ajuda de uma amiga louca, chamada Tiffany, Pat vive um dia de cada vez e o seu passado vai ficando para trás. Será que Tiffany consegue ajudar ao seu amigo? E a esposa de Pat, o que pensa sobre tudo isso?

O lado bom da vida é uma narrativa simples, sem muitos mistérios. Não tem uma escrita perfeita, mas o que faz o livro ser sensacional é a ingenuidade dos protagonistas por não entender as diversas situações.

Pat é um homem bonito, carinhoso e dedicado mas sofre com problemas de personalidade. Tiffany é louca, manipuladora e muito divertida. No fundo ela tem um bom coração que se preocupa em ajudar o Pat, tira-lo daquela situação terrível.

O livro fez um sucesso enorme e se tornou um filme brilhante. Os capítulos iniciais chegam a ser confusos, pois é como se Pat estivesse contando tudo que ele está passando, como um diário. A leitura começa a fluir bem, depois que ele descobre o que lhe aconteceu. O maior desafio não é reconquistar a sua esposa, mas reconquistar a si mesmo.

Recomendo a leitura para aqueles que apreciam uma trama leve e divertida, sem muito mistério, ação, mas com um toque de ingenuidade e romance.

“O mundo encontrará várias e várias maneiras de te machucar, mas você vai encontrar uma pessoa que te traga tanta felicidade e que te ame tanto que as feridas do mundo não vão mais te atingir, porque ela te protege, ela te ama, e acima de tudo você ama ela.”


0 comentários:

Postar um comentário