Resenha | Desvende meu coração | Dominic Evans | Editora Belas-Letras

Ficha Técnica:
Título: Desvende meu coração
Autor: Dominic Evans
Editora: Belas-Letras
Páginas: 144
(Exemplar cedido pela editora)
Sinopse: 
Este é um livro sobre relacionamentos, sobre como as pessoas se conhecem, se apaixonam, terminam o namoro, rolam na lama e se recuperam para o segundo round. Vai fazer rir e pensar, extravasar os pensamentos mais íntimos e rabiscar toda a angústia e os palavrões, gritar com as páginas. Resumindo, este livro será seu melhor amigo quando seu coração estiver estraçalhado e abatido na montanha-russa do amor. Se você gostou de Destrua este Diário, vai se apaixonar por este livro!

Os livros interativos já casam polêmicas a um bom tempo, mas foi com o sucesso dos livros para colorir (eu considero uma categoria dentro dos livros interativos) que vozes críticas, sempre ávidas a opinar, alcançaram altos decibéis.

As discussões seguem várias direções, mas convergem em um ponto: modinha. Portanto, algo coisa passageiro e, como modinha, não tem valor intelectual. Há quem diga que os livros para colorir não são livros e sim cadernos. Há ainda quem culpe a deficiência na educação, pelo sucesso dos livros para colorir. Há, ainda, os que estão fazendo “campanha pela maioridade intelectual".

O fato é que enquanto uns estão preocupados com essa nova crise intelectual, há os que estão se divertido com as novidades, que não param de chegar ao mercado.

Hoje eu venho falar de mais uma novidade: Livro Desvende meu coração, de Dominic Evans, publicado no Brasil pela Editora Belas-Letras, parceira do blog.

A proposta do Desvende meu coração é que o leitor rabisque sua vida amorosa. Segundo o autor, Desvende meu coração é livro dos relacionamentos, pois a vida amorosa pode ser um grande tormento. 

O sumário do livro é dividido em: Solteir@ e pront@ para casar; Num relacionamento; O fim; O fora; Feliz para sempre. Essas categorias podem coincidir com o status da vida amorosa do leitor.

Para iniciar essa divertida e desestressante aventura, leitor escolhe o status do relacionamento e aí é só extravasar. Tem várias tarefas para o leitor realizar, desde fazer um autorretrato, descrever o melhor beijo de todos os tempos, dizer o que te excita, até descrever o pior encontro que já teve.  
O livro vem com três pop cards lindos.
O livro Desvende meu coração respeita as diversidades, com a preocupação em não definir a qual gênero se destina, para isso optou pelo uso do "@". Há no livro uma nota da edição explicando esse ponto.

Ainda quero destacar que o livro faz referência a William Shakespeare e Arthur Schopenhauer, autores com obras fortemente vinculadas ao tema amor. 

O livro também faz referência a Winston Churchill. Não sei se a referência é devido à sua magnífica oratória, pela capacidade de manter o espírito do povo britânico elevado durante a Segunda Guerra Mundial. Ou se tem a ver com as obras literárias do estadista. Mas acho que é a primeira opção, pela frase abaixo.
Imagem com a frase de Churchill
Mais imagens:





E você, leitor, gosta dos livros interativos? O que você acha da proposta de Desvende meu coração?

0 comentários:

Postar um comentário