Resenha | Sabores Mortais | Bianca Carvalho | Era Eclipse


Ficha Técnica:
Título: Sabores Mortais - Volume 3 - Trilogia das Cartas
Autora: Bianca Carvalho
Editora: Era Eclipse
Páginas: 224
Ano: 2014
(Livro cedido em parceira com a Editora)
Sinopse: 
Finalmente a última carta de Lolla é aberta, revelando o destino da última das mulheres DeWitt: a doce e responsável Tatianna. Há dezenove anos, Tatianna foi abandonada por sua mãe e nunca descobriu a verdade por trás desse mistério. Porém, talvez seja a hora de encontrá-la. A carta de Lolla a leva até um restaurante em outra cidade, onde sua mãe trabalhou depois da fuga. Lá, ela arruma um emprego e conhece o belo e misterioso Sebastian Hannigan, que, ao mesmo tempo em que tenta repeli-la, a seduz, fazendo-a acreditar que ele possui um segredo muito perigoso. Em meio à descoberta de seu próprio dom, receitas mágicas, uma paixão avassaladora e enigmas que não parecem levá-la a lugar algum, Tatianna investiga o que realmente aconteceu com sua mãe, enquanto tenta proteger sua vida de um mal contra o qual ela não sabe se é capaz de lutar.

Sabores Mortais é o terceiro livro da Trilogia Cartas. O primeiro livro  é o Jardim da Escuridão e o segundo é o Versos.

Os três livros trazem as histórias de três mulheres da família DeWitt - Faith, Cailey e Tatianna. Cada livro é centrado em uma das personagens. Ainda não li os dois primeiros volumes, mas isso não atrapalhou o entendimento de Sabores Mortais.

E quem são as DeWitt para termos três livros sobre elas? Elas são bruxas, apesar de não aparecer esse termo no livro. Bom, mas é que as DeWitt têm poderes especiais.

Em Sabores Mortais acompanhamos a personagem Tatianna, que ainda não desenvolveu ser dom e que por isso se sente angustiada, achando até que não tem dom algum. Tatianna é traumatizada, pois foi abandonada pela mãe quando ainda era só uma criança. Ela foi criada pela avó Lolla, junto com as primas Faith, Cailey.

Bom, um dia Tathiana recebe a tão esperada carta de sua avó, e aí as coisas mudam completamente. E é por meio das cartas (o nome da trilogia) que as DeWitt recebem orientações da avó Lolla sobre o que fazer para que o destino das DeWitt se cumpra. Esse destino tem mais a ver com achar o parceiro para vida toda, homem predestinado, do que com o poder de cada uma.

A carta diz que Tatianna deve ir a um restaurante em outra cidade. O dom da Tatianna se revela por maio dos ingredientes na preparação da comida, o mesmo dom da mãe. Chagando lá, Tataianna conhece o irmão do dono do restaurante, Sebastian. Ao cumprimenta-lo, sente uma energia, uma ligação inexplicável por ele. 

Tatianna começa a trabalhar no restaurante e descobre que a mãe trabalhou neste mesmo restaurante. E mais do que isso, a mãe foi casada com o pai de Sebastian. E para a coisa ficar ainda mais misteriosa: sua mãe foi assassinada e o crime nunca foi solucionado. E o acusado do assassinato está solto e esse homem começar a persegui-la. 

A família de Sebastian é misteriosa também. Só que Tatianna começa a achar que eles têm a ver com a morte da mãe dela.

Tatianna conta com a ajuda do marido de uma das primas, que é detetive, e do próprio Sebastian para resolver todos os mistérios, pois é a vida dela que está em jogo. O destino precisa ser alterado.

É o segundo livro que eu leio da autora Bianca Carvalho. Li também Horas Noturnas (leia a resenha aqui). Vejo certo padrão na escrita da autora. Ela gosta de trabalhar com mistério e investigação policial. Os dois livros têm detetives. Os dois livros trazem assassinos inesperados. Se bem que, em Sabores Mortais, lá pelas tantas, eu comecei a desconfiar quem seria o assassino.

O toque especial da Bianca Carvalho, na trilogia, foi inserir pessoas com poderes especiais. Mas eu devo ressaltar que o livro tem partes fracas. O motivo da mãe de Tatianna tê-la abandonada não me convenceu. Não encontrei muita lógica nas orientações da avó Lolla. Mas talvez essa parte seja mais crível nos dois primeiros livros. Também acho que o foco da narrativa deveria ser os poderes. A sensação que eu tive é que as cartas da avó serviam somente para encontrar maridos para as netas. 

As três DeWitt têm poderes, mas parece que as outras pessoas entendem mais desses poderes do que elas mesmas. Se tivesse sido desenvolvido mais o clãs DeWitt. Tudo que há são cartas deixas pela avó antes da morte. Os poderes da Tatianna não serviram para nada, em relação a descobrir quem era o assassino da mãe. Sebastina e o detetive tiveram muita mais serventia para solucionar os mistérios.


Ao ler Sabores Mortaisnão pude deixar de lembrar da série de tv Charmed. Esse show trazia três bruxas bondosas e com poderes diferentes. As irmãs Halliwell eram descendentes de uma linhagem de bruxas e cada uma tinha uma habilidade especial, como parar o tempo, mover objetos e prever o futuro. Juntas, elas tinham ainda mais força, pois formam o "Poder das Três". 

Por fim, ressalto o eletrizante romance entre Tatianna e Sebastian, que agrada a quem  suspira por romance impossíveis.

0 comentários:

Postar um comentário