Resenha || Por que Indiana, João? | Danilo Leonardi | Giz Editorial


Por que indiana, João?

Danilo Leonardi

Editora: Giz Editorial
Número de Páginas: 208
Reimpressão Ano: 2014
Avaliação: ★★★ ★

Sinopse: Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas. Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet. João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor. 
João Vitor Galeto, é o protagonista do livro Por que indiana, João? Um garoto de 15 anos, muito alegre e divertido, mas que é humilhado pelos colegas da escola. O menino é apelidado de muitas coisas, e sempre revida de modo a não ser passivo. 

A vida de João muda quando um de seus colegas o agride. Foi o limite para ele. Um outro colega filmou toda a cena da briga. Com a finalidade de se livrar de todo tipo de humilhação, ele joga o vídeo na internet e fica muito famoso.

João Vitor vira a celebridade na internet, o garoto é chamado para vários programas de televisão para prestar entrevista sobre sua difícil situação, e como combateu o bullying. Ele venceu o bullying batendo no garoto e postando vídeos na internet.  No entanto, ele se vê em uma encruzilhada nada agradável. Como o menino vai sair dessa agora?


Por que indiana, João? É o livro de estreia o autor Danilo Leonardi, com muito bom humor e umas pitadas de seriedade ele aborda o tema: bullying. Você conhece alguém que já sofreu bullying? Quando criança, passei por coisas do tipo, referente ao meu peso, minha magreza. Recebi apelidos horríveis, mas consegui superar na adolescência. 

Eu fico a me perguntar, quantas pessoas não conseguem superar, e até mesmo cometem coisas terríveis por conta de chacotas, apelidos, humilhações... E isso é muito atual, mesmo com tantas campanhas de conscientização, ainda sim, há pessoas paradas no tempo!

O Danilo consegue retratar bem a realidade vivida pelo João, mas que a personagem tanto sofre quanto revida as agressões e humilhações sofridas, na tentativa de acabar com o problema, mas que acaba por criar outros.

O livro tem um enredo gostoso, leitura fácil e que dá para finalizar em uma tarde. O título é explicado na própria estória e corrobora com a capa. A diagramação, escolha da fonte e da folha nos dão a certeza de que o trabalho foi caprichado!

Recomendo a obra para todos os públicos, com temas atuais e do dia a dia ele nos traz boas risadas e desse modo refletimos o modo como agimos em relação ao próximo.
"- Não importa o que eles achariam, João. O que eu gostaria é de ver que você é o tipo de pessoa que não fica de braços cruzados enquanto alguém apanha por sua causa.
- Ninguém parecia se importar muito quando era eu que apanhava."

0 comentários:

Postar um comentário