Resenha || Miguel | Carol Paim e Sheila Bomfim


Miguel

Carol Paim e Sheila Bomfim

Gênero: Romance
Número de Páginas: 243
Formato: E-book
Avaliação: ★★★★
* Livro cedido em parceria com as autoras
Publicado pela Amazon
Sinopse: Pecados e virtudes. Certo e errado. Isso importa quando o amor está em pauta? Uma mulher provocadora. Um homem respeitador e religioso. Ele acredita no sexo após o casamento. Ela acredita em encontros de uma noite. Paixão é o que ela sente. Ele sente o amor. Ela quer ser feliz e nesse ponto os dois concordam, mas como fazer dar certo para que os dois tenham seu final feliz? Quem abrirá mão de seu jeito de viver para se adequar ao outro? Quando as certezas e crenças de um homem são postas à prova pela determinação e desejo de uma mulher, tudo pode acontecer. Miguel é um romance divertido sobre aceitação e respeito. Onde o maior desejo é que o amor prevaleça sobre o preconceito e os obstáculos que a diferença de pensamentos e crenças podem trazer.

Aos 28 anos de idade, Miguel está prestes a fazer um voto celibatário. Desde pequeno fora criado na igreja, muito religioso e adepto dos costumes cristãos, ele nunca duvidou da sua fé, mas receava que não fosse esse o caminho que ele queria seguir. O rapaz frequentava todas as missas e catequeses e ninguém duvidava do seu destino. Prestes a firmar o voto celibatário, ele dúvida do seu destino, mas até então não desiste, até encontrar uma esposa perfeita.

Aurora por sua vez, é uma garota adepta dos costumes modernos. Ela nunca foi o tipo de moça quieta, que curtia ir à igreja. O que ela quer mesmo é viver a vida com liberdade. O sexo? É casual. O tipo de mulher que mesmo se deita com qualquer homem, mas não espera o cara perfeito para transar. Quando ela se entrega é de cabeça.

Os destinos dessas almas opostas se encontram, e quando pensamos que seria um desastre, vem as autoras e nos prova que o bonito, o real é conviver com as diferenças. O mais interessante é que ambos se conhecem pouco a pouco e lentamente. Não da forma como Aurora estava acostumada... Miguel por outro lado, conhece uma mulher agitada, e que ao mesmo tempo dá significado ao seu mundo, que até então não tinha sentido.


Foram tantos os sentimentos ao realizar essa leitura. Confesso que estava acostumada com uma linha de personagens comuns: o mocinho e a mocinha, o Badboy e a patricinha, mas na obra Miguel o que vemos são dois personagens completamente opostos, que não tinham nada. Vocês me entendem quando digo “nada” para dar certo? E ao contrário disso, eles dão muito certo de um jeito ou de outro.

Ambas as personagens são carismáticas, cada um a seu modo. Miguel com a sua fé e a forma que ele vê as pessoas, sempre o seu lado bom. Aurora com sua atitude moderna, e seu pensamento de está aberta às mudanças. Tudo em relação ao casal é novidade. Nenhum relacionamento é sempre flores, eles passam por uma dificuldade tremenda, e não vou revelar qual é. Leiam a obra para descobrir...

Será que no final dar certo entre os dois? Vale ressaltar que um aprende com o outro. O sentimento é construído desde as bases iniciais de uma amizade tenra e sadia. A lição que apreendi na narrativa é: não precisamos mudar para outro, mas sim abrir mão de algumas coisas para equilibrar um relacionamento. O outro tem que nos amar pelo que somos, e vice-versa. Dessa forma as diferenças se tornam pequenas diante do sentimento amoroso que cresce entre o casal.

Por fim, e não menos importante, não poderia deixar de citar a escrita das autoras é bem fluída e gostosa. Pude apreciar a narrativa como um todo, mesmo naquela correria diária, era impossível não colocar o livro na bolsa, e realizar a leitura nos lugares menos improváveis. Outro aspecto que não deixo de citar e também se torna recomendação é sobre a temática religiosa, muito bem abordada, que não torna a leitura chata, sendo acessível aos diversos públicos, sem hesitação. O romance prevalece de uma forma tão natural e real, que me causou dor quando cheguei ao final do último capitulo e me questionei: “Já acabou? ”.

Agradeço a autora em nome do blog pela confiança e disposição de sempre estar de ouvidos abertos as nossas resenhas.



0 comentários:

Postar um comentário