Resenha || Álbum de Casamento | Nora Roberts | Editora Arqueiro

Álbum de Casamento

Álbum de Casamento

Nora Roberts

Título original: Vision in White 
Gênero: Romance
Editora: Arqueiro 
Número de Páginas: 279
Edição: 2013
Avaliação: ★★★★
Sinopse: Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.
"Há coisas na vida que escapam do nosso controle. Podemos fazer disso uma festa ou uma tragédia."
Álbum de Casamento é o primeiro volume da serie Quarteto de Noivas, da autora Nora Roberts. Neste livro conhecemos Mac, fotógrafa da Votos, empresa que abriu com suas três melhores amigas; uma empresa que realiza casamentos, e faz isso em todos os detalhes, desde o bufê até as flores... além de socorrerem noivas em crise e lidarem com mães controladoras. A Votos é um verdadeiro sucesso, e as meninas lutaram muito para isso. Desde a infância, brincavam de casamento, e foi em uma dessas brincadeiras que nossa protagonista descobriu o que viria a se tornar sua profissão: a fotografia; com especialização em casamentos.


Mac não teve uma infância fácil. Seus pais se separaram quando ainda era criança e sua mãe se casou outras vezes depois disso. Linda é uma mãe pouco amorosa, e só liga para a filha para fazer chantagem emocional e pedir dinheiro; ou para reclamar do último namorado, que a magoara. Mac sabe que precisa aprender a lidar com isso, e simplesmente dizer não à mãe, mas Linda sempre toca em seu ponto fraco, então acaba fazendo as vontades dela, o que a deixa com raiva de si mesma.

Pelo casamento fracassado dos pais e as várias separações de Linda, Mac não quer se apaixonar. Ela acha que, caso se apaixone, vai acabar se machucando quando a relação tiver um fim. Porém, precisa rever suas regras quando conhece Carter Maguire; um homem carinhoso, gentil e romântico que a faz querer mais.

Carter é um professor de inglês e escrita criativa tímido e estabanado, que voltou para a cidade natal em busca de estabilidade, depois de completar seu doutorado. Quando reencontra Mac, ele descobre que a queda que sentia por ela no colegial prevalece; agora mais intensa. No passado, não teve coragem de revelar seus sentimentos, mas agora tem sua chance, e não só deixará claro o que sente, e que a cada dia cresce mais, como irá ajudá-la a enfrentar os traumas e, enfim, acreditar em um felizes para sempre. Com ele. 


Álbum de Casamento é um livro leve e ágil, que dá para ser lido em apenas um dia. É uma trama clichê, sim, e desde o primeiro momento sabemos como vai terminar, mas foi interessante acompanhar o passo a passo, digamos assim. 

Mac é uma personagem engraçada, mas não tão cativante quanto o mocinho, Carter, que já entrou para minha lista de namorados fictícios que eu traria para a vida real. E, além do casal, também conhecemos as outras sócias da Votos: Emma, Parker e Laurel. Deu para ter uma ideia do que esperar para os próximos livros, e estou curiosa para lê-los. 

“Ser feliz para sempre talvez fosse conversa fiada, mas ela sabia que queria tirar mais fotos de momentos que fossem felizes. Porque, assim, eles permaneceriam para sempre.”
O livro não tem um grande ponto, um clímax, e senti falta de algo mais que me prendesse na leitura, porém, ao mesmo tempo, foi legal acompanhar o dia a dia da nossa protagonista e conhecer sua profissão com tantos detalhes; além, claro, de ver o amadurecimento de Mac em relação a mãe e ao seu envolvimento com Carter. 


Indico a leitura para os fãs de romance, principalmente os de final feliz.

0 comentários:

Postar um comentário