Resenha || Zen socialismo | Cynara Menezes | Geração Editorial

Resenha publicada anteriormente no blog Sra. Bookholic

Eu acompanho o Twitter e o Blog Socialista Morena da Cynara Menezes, autora de Zen Socialismo, já tem um bom tempo. Gosto de algumas ideias que ela compartilha. E foi por já conhecer a autora que fiquei muito interessada em ler esse livro. O jornalismo feito pela Cynara é indicado para aqueles procuram outras fontes de informações, pois se distancia dos meios tradicionais de notícias.

O livro é uma compilação dos melhores posts publicados no blog, como o subtítulo indica. Mas aí o leitor pode me perguntar: Por que ler um livro com textos que encontramos facilmente na internet? Ora, o livro tem algo que só os livros têm. O texto em um livro toma outra forma, outro caráter. E fora que, para a autora, o livro físico possibilita alcançar outro publico.

Bom, mas vamos falar um pouco de Zen socialismo. O livro traz textos selecionados por temas. Os primeiros textos tratam de socialismo e comunismo. Mas não pense que são textos teóricos, sobre ideologias políticas. Não, não é nada disso. Os textos têm uma linguagem informal, de fácil compreensão. O que é muito legal, pois por mais que eu tenha lido sobre questões socialistas na universidade é sempre muito bom ler textos mais dissecados, com vocabulário acessível.

Outro ponto importante: A autora não quer doutrinar o leitor. Não há disputa entre esquerda e direita. Cynara explica o que é e o que não é ser socialista. Ela fala de um socialismo moderno.
"No socialismo moderno, não enxergo a necessidade de se "eliminar" os ricos ou de reeducá-los", como se defendia nos primórdios. O que tem que ser feito com os ricos é fazê-los pagar os impostos que nos devem, proporcionalmente à fortuna que acumulam."
 "Ser socialista, para mim, não significa necessariamente estar ligado a um partido político que se diz socialista. Nem mesmo alcançar o poder, mas atuar como uma consciência coletiva, ainda que fora dele, um contrapeso na busca por mais equilíbrio no mundo".

Outros temas abordados são sobre: #Brasil, #Literatura, #Camaradas, #Mundo#Maconha, #Jornalismo, #Vida, #Sexualidade e #Entrevistas.

Todos esses temas podem ser lidos na ordem que mais interessar ao leitor, pois são textos independentes. Eu, por exemplo, iniciei pelo #Socialismo, depois passei para #Literatura, logo em seguida fui para #Sexualidade, #Jornalismo. Temas que chamaram mais minha atenção.

Em Literatura, gostei muitos dos poemas selecionados. Poemas que fizeram Cynara ser uma esquerdista, como ela se denomina. Há poemas de Vinicius de Morais, de Pablo Neruda, Alex Polari.

Ah, quero destacar dois autores: Carolina Maria de Jesus e Bertolt Brecht, "Perguntas de um operário que lê", que é simplesmente extraordinário. Não temo como não fazer a gente pensar em um monte de coisa. Leiam esse trecho:

Perguntas de um operário que lê
“Quem construiu a Tebas das sete portas?
Nos livros constam os nomes dos reis.
Os reis arrastaram os blocos de pedra?
E a Babilônia tantas vezes destruída
Quem a ergueu outras tantas?
Em que casas de Lima radiante de ouro
Moravam os construtores?
Para onde foram os pedreiros
Na noite em que ficou pronta a Muralha da China?
A grande Roma está cheia de arcos de triunfo.
Quem os levantou?..."

Por fim, discordo de alguns posicionamentos da Cynara sobre machismo e feminismo. Ela faz uma diferenciação entre o machão e o machista, que pode e deve ser contestada, pois há um alto grau de conservadorismo. 

Zen socialismo – os melhores post do blog Socialista Morena é um livro indicado para quem gosta de discutir questões sociais e políticas e de minorias. Também pode ser usado como um livro base para se entender o que é socialismo na contemporaneidade. Em tempos de conservadorismo é importante termos outras visões sobre os fatos que se apresentam. Eu indico esse livro, principalmente para os jovens.

0 comentários:

Postar um comentário