Resenha || Star Wars - Ascensão da força sombria | Timothy Zahn | Editora Aleph


Star Wars – Ascensão da força sombria

Timothy Zahn

Tradução: Fábio Fernandes
Gênero: Ficção científica
Editora: Aleph
Número de Páginas: 495
Edição: 2015
Avaliação: ★★★★
Sinopse: No segundo volume da consagrada Trilogia Thrawn, a luta de Luke, Han e Leia em defesa da Nova República continua. Mais uma vez, eles enfrentarão as tropas imperiais dissidentes, comandadas pelo poderoso grão-almirante Thrawn. Quando Talon Karrde é capturado por forças inimigas, Mara Jade relutantemente recorre à ajuda de Luke Skywalker, que é forçado a interromper seu treinamento com um curioso mestre para ampliar o domínio da força. Enquanto isso, Han Solo e Lando Calrissian seguem com suas investigações, a fim de descobrirem um possível traidor da Nova República. E, cumprindo a promessa feita a Khabarakh, Leia Organa viaja a Honoghr em busca de novos aliados contra a tirania de Thrawn.

"Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante..." 

Fala aí, galera! 
Bom, faz muito tempo que eu não trago uma resenha aqui para blog, não é mesmo?! Então estou de voltar e, muito bem, diga se de passagem. Volto com mais uma resenha da trilogia Thrawn, série Legends, que está inserida no Universo Expandido de Star Wars

"Star Wars ascensão da força sombria" é o segundo título da trilogia escrita por Timothy Zahn e publicado pela Editora Aleph, sendo a continuação direta de Herdeiro do império (resenha AQUI). Com a trama focada nos já conhecidos heróis - Han Solo, Leia e Luke - inicialmente tentando provar a inocência de Almirante Ackbar e, também, acabar com a influência de Fey’lya. Problemas estes relacionados com organização da Nova República.


Além disso, ainda há uma corrida entre o Império e Nova Republica para recuperar a frota Katana (composta por 320 naves classe Dreadnaught, perdidas havia meio século. Cada nave necessitando de mais de 100 homens para serem corretamente operadas). A Nova Republica precisa de novas naves para sua frota, assim como o Império.



Na minha visão o livro é dividido em duas partes. A primeira metade do livro é um pouco mais chata. A história não prende o leitor, não tem muita emoção. Os  personagens se separam e vão para diferentes partes da galáxia tratar de assuntos políticos, o que em Star Wars não agrada a todos os fãs, principalmente àqueles que gostam mais da ação das grandes batalhas.

Já na segunda metade do livro é bem mais divertido, tendo ação e desenvolvimento da historia. Nessa parte, o destaque vai para a personagem Mara Jade. Mas não posso falar mais nada porque se não é spolier.

Neste livro temos a o aguardado encontro entre os mestres jedi Luke e C’baoth. Luke verá que o mestre jedi não era a pessoa que ele esperava que fosse.

Em resumo, Star Wars a ascensão da força sombria é um livro médio pra bom, tendo um desenvolver maior mais pra metade do livro, sendo o seu começo meio monótono, sem prender o leitor inicialmente. E, no final, te deixa com aquele gostinho de quero mais, fazendo com que o ultimo livro seja bem aguardado.


0 comentários:

Postar um comentário