Resenha || Temporada de Acidentes | Moïra Fowley-Doyle | Intrínseca


Temporada de acidentes

Temporada de Acidentes

Moïra Fowley-Doyle

Título original: Accident Season
Gênero:  Jovem Adulto
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 256
Edição: 2016
Avaliação: ★★★★ 
Sinopse:Acontece todo ano, na mesma época. Todo mês de outubro, inexplicavelmente, Cara e sua família se tornam vulneráveis a acidentes. Algumas vezes, são apenas cortes e arranhões. Em outras, acontecem coisas horríveis, como quando o pai e o tio dela morreram. A temporada de acidentes é um medo e uma obsessão. Faz parte da vida de Cara desde que ela se entende por gente. E esta promete ser uma das piores.  No meio de tudo, ainda há segredos de família e verdades dolorosas, que Cara está prestes a descobrir. Neste outubro, ela vai se apaixonar perdidamente e mergulhar fundo na origem sombria da temporada de acidentes. Por que, afinal, sua família foi amaldiçoada? E por que não conseguem se livrar desse mal? 
                                            "A temporada de acidentes deixa marcas"
Todos os anos no mês de outubro, Cara e sua família precisam esconder as facas, cobrir as quinas da mesa, espalhar tapetes felpudos no chão... tomar cuidado em exatamente tudo o que fizerem. Pois, nesse mês, acidentes acontecem. Alguns leves, outros graves; mas acontecem, inexplicavelmente e religiosamente todos os anos, a temporada de acidentes tem início. Esse ano não está sendo diferente, e sim ainda mais imprevisível e sinistra, pois, quando Cara repara que em todas as suas fotos (todas, sem exceção) sua e-melhor amiga da infância aparece, mesmo que apenas uma parte de seu corpo ou roupa, ela está em todas. 

Cara resolve investigar isso e questionar Elsie sobre ela aparecer em suas fotos, o que acredita ser mais que uma coincidência; porém encontrá-la não será tão fácil. Elsie some, e ninguém parece saber quem ela é ou onde poderia estar. Afinal, será mesmo que ela existe? E por quê apenas Cara, seu meio-irmão Sam e sua irmã Alice parecem tê-la conhecido?

Como se não bastassem os acidentes, cada dia piores, os segredos, as traições e os mistérios e assombros, cada vez mais frequentes, nossa protagonista precisa lidar com as questões da adolescência e seu relacionamento com Sam; são da mesma família, mas não irmãos de sangue. Poderiam ficar juntos?
E sua melhor amiga meio-bruxa, Bea, que de repente compartilha segredos com Alice? E então Alice, que não compartilha nada, e vive um relacionamento abusivo com o namorado.


E, ainda, como lidar com os fantasmas do passado, que de repente parecem querer destruí-los? Seriam eles fortes o bastante para enfrentar seus piores medos? E o que é, exatamente, esse fenômeno que atinge a família todos os anos? E por que eles, entre tantos?

Senhoras e senhores, a Temporada de Acidentes tem início, e não será nada fácil passar por ela sem um osso quebrado. E um coração partido.


Ao começar essa leitura (nada planejada), embarquei em um YA com uma ótima premissa, personagens adolescentes e cativantes e um toque especial de magia. Definitivamente não estava preparada para o que encontrei algumas páginas adiante.

Moïra mistura jovem adulto, fantasia e drama de forma original e instigante em seu livro de estréia, deixando o leitor totalmente absorto; e como é difícil parar de ler! Além da premissa maravilhosa -- porque sério, temporadas de acidentes é genial -- a autora introduz romances na narrativa totalmente improváveis, e é como se ela tivesse escrito o livro pensando justamente assim: vou fazer isso e aquilo outro porque ninguém pensaria nisso, e vou surpreender também fazendo isso e aquilo... 
Exageros e suposições mais tarde...

Temporada de Acidentes é ágil, inteligente e viciante; leitura mais que indicada. Não quero entregar mais ainda sobre a estória para não interferir na experiência de vocês, e são muitas as surpresas e mistérios para serem desvendados. Alguns, não chegam a ser, e o que para alguns pode ser um problema, para mim foi uma forma de fazer com que o leitor perca mais um tempinho com suas teorias, o que não é ruim. O desfecho, por sua vez, foi bastante satisfatório.

"Temos medo da facilidade com que os acidentes se transformam em tragédias. Já passamos por muitas."

Quem curte uma boa leitura rápida e instigante (spoiler: tem fantasmas <3) vai adorar esse livro aqui! Quem já leu, pega na minha mão e vamos conversar sobre ele.

0 comentários:

Postar um comentário