Resenha || Saga Encantadas Livro 1 - Veneno | Sarah Pinborough | Editora Única


Veneno: Saga encantadas – Livro #1

Sarah Pinborough

Título original: Poison
Gênero: Ficção juvenil
Editora: Única
Número de Páginas: 223
Edição: 2013
Avaliação: ★★★
Sinopse: Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais? Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas seriam eles tão tolos quanto aparentam? Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria “um final feliz” pode se tornar o pior dos pesadelos!


Veneno é o primeiro livro da saga Encantadas, onde narra a história da Rainha Má e da Branca de Neve, porém em uma versão mais adulta. Antes de começar a ler o livro é importante que esqueça todas as histórias de conto de fadas já lida antes, até mesmo por que esse livro não é para crianças.

A Rainha Má, é Lilith casada com o rei, pai de Branca de Neve. No decorrer da história conseguimos compreender a postura da rainha com a Branca, e não é só por causa da aparência. Lilith aprendeu com sua bisavó a fazer feitiçaria, além de ser extremamente sedutora, usando isso muitas vezes para conseguir o que deseja. E sim, ela possui um espelho mágico.

Sempre esperava o melhor das pessoas. Sempre queria que todos fossem felizes. Havia apenas quatro anos de diferença entre as duas, mas parecia toda uma vida. Lilith era uma mulher. Ela tivera de crescer rápido. Branca de Neve? Ela ainda era uma menina bobinha.

Lilith foi uma criança completamente oposta a Branca de Neve. Enquanto uma teve uma infância cercada de amor e carinho, a outra era cercada de pressão, onde a perfeição não era uma escolha e sim obrigação. Por essa diferença na criação das duas, Branca apesar de não ser tão ingênua e inocente também não está preparada para assumir o reinado.

Para se livrar da Branca de Neve, a rainha tenta de toda maneira arranjar um noivo para a enteada, se aproveitando da viagem do rei. No entanto, isso resulta em uma discussão entre as duas, onde a princesa sofre consequências, porém a mesma decide se vingar da madrasta atacando-a onde mais machuca, sua autoestima. 
Felicidade falsa provavelmente não tinha nada a ver com felicidade.


Com a ajuda de sua bisavó, a mesma bruxa do conto João e Maria, Lilith faz com que Branca caia em uma armadilha, para desespero de seus sete amigos, os anões. Tem também o caçador, que tenta ajudar a bela princesa e acaba em maus lenções. 

Em relação ao príncipe, ele salva a princesa e eles vivem felizes para sempre, certo? Não nessa história, pois o príncipe também não é o que esperamos, e acaba mostrando sua verdadeira face.


O final desse livro me surpreendeu muito, principalmente por que li bem rápido, já que a história possui uma linguagem de fácil compreensão. Além de ter uma estética bem bonita.

Cada personagem no livro tem seus motivos para agir de determinada maneira, e isso tornou a história muito interessante. Achei o livro bem original, comparado às inúmeras versões dos conto de fadas que existe, além das reviravoltas que nos mostra uma visão completamente diferente de alguns personagens.

Como já foi citado o livro não é para criança, até mesmo por que nas primeiras páginas há conteúdo adulto. Eu gostei muito do fato de outros personagens de histórias que já conhecemos serem citados como por exemplo: Aladim

Tudo era tão fácil para a bela, adorável e perfeita Branca de Neve.

Repense seus vilões! Não há frase melhor para descrever esse livro. 

Gostei de cada detalhe, desde a capa a escrita. Sarah Pinborough nos presenteia com uma história envolvente, cheia de sarcasmo e nos prova que "finais felizes nem sempre existem". 

Recomendo a leitura, mas saiba de uma coisa: não leia achando que conhece a história, pois com certeza você ira se surpreender. 

0 comentários:

Postar um comentário