Resenha || Cara de um, focinho do outro | Marcos Fernandes | Butterfly


Cara de um, focinho do outro

Marcos Fernandes

Editora: Butterfly
Número de Páginas: 192
Edição: 2016
Avaliação: ★★★★
* Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: Quem nunca teve um animal de estimação e compartilhou com ele os momentos mais incríveis de sua vida? Um segredo, uma alegria... E até uma dor? Pois é sobre essa relação amorosa entre os tutores e seus animais de estimação que trata este livro. Uma relação antiga, mas que em momento algum da história da humanidade foi tão intensa. Muitos dizem que o animal é o espelho de seu tutor. Mas o que faz com que essa relação seja tão forte? Existe alguma energia que os une? O que a ciência fala sobre essa união? “A fidelidade que os animais dispensam a seus tutores humanos é indescritível, pois resgatam a pessoa das regiões mais sombrias de seus problemas e angústias, motivando a vida a seguir seu curso novamente”, explica o autor, que também é veterinário e psicanalista. Descubra mais sobre essa relação de amor e fidelidade que ultrapassa o tempo e a razão. Você vai se surpreender.
'Cara de um, focinho de outro' foi uma leitura diferente e divertida, apesar de trabalhar com uma temática séria, a relação entre os animais e seus tutores. O livro nos dá uma visão mais ampla de como tratar os animais, em especifico cães e gatos, não lhes colocando tantas expectativas, pois de certa forma afeta até mesmo no instinto o animal.
"A teoria dos campos morfogenéticos pode explicar como se transmite a "influência" do passado familiar para descendente." 
Outro grande questionamento trazido nesse livro é a humanização desses animais. De certa forma eles participam na reabilitação de pacientes com determinadas doenças, de modo que estimulam e conduzem as pessoas a encontrar até mesmo a cura para os problemas. Marcos também coloca a importância de ver o animal como membro da família, mas não devemos ter altas expectativas, pois como membro ele tem seu lugar e sua função. Cada capítulo retrata um aspecto especifico do quanto é importante pensar duas vezes antes de se ter um animal de estimação.

Em um dos capítulos, o autor fala de que o animal se adapta a rotina do seu tutor e, por isso, se torna importante pensar em que tipo de animal é ideal a seu tutor. Além da seriedade, há capítulos divertidos sobre a semelhança entre o animal e o 'dono' e, que muitas vezes, nos deixa surpresos por tanta semelhança.


Marcos Fernandes é veterinário e psicanalista, e por isso o livro traz alguns conceitos da psicanalise, como o inconsciente coletivo e os campos mórficos os quais não entendemos ou podemos explicar, por exemplo: o porquê do seu animalzinho pressentir a sua chegada, evidenciando a forte ligação entre tutor e animal.

Não é uma leitura cansativa, são 192 páginas com grande carga de conhecimento, principalmente para aqueles que tem algum animal em casa, ou desejam ter. Marcos não se utiliza de uma linguagem complexa, pelas suas palavras é possível entender alguns conceitos da psicanálise. A mescla entre imagem e texto tornam o livro ainda mais agradável. Trago um elogio a mais que seria a escolha da fonte: grande, legível e me permitiu retirar os óculos (uma coisa maravilhosa).
"A fidelidade que os animais dispensam a seus tutores humanos é indescritível, pois resgatam a pessoa das regiões mais sombrias de seus problemas e angústias, motivando a vida a seguir seu curso novamente." p.49
O autor traz  a sua experiência e fala um pouco sobre a sua clínica PSICAVETH, utilizada para "a clínica homeopática para o paciente animal e a psicanálise para o seu tutor, contribuindo assim para o diagnóstico e tratamento das enfermidades do corpo e da alma de ambos".

É uma leitura extremamente rica e empolgante por se tratar de animais e trabalhar com a questão da humanização. Pude expandir meus conhecimentos na área homeopática, como também ficar atenta sobre o que é melhor para o meu animalzinho. Recomendo a leitura para os amantes da natureza, apaixonados por cachorros e gatos como também aqueles que desejam ter um, mas ainda estão na dúvida por não saber como começar ou o que escolher. O fato é a personalidade do dono defini qual o animal ideal a se escolher.

0 comentários:

Postar um comentário