Resenha || Tudo e Todas as Coisas | Nicola Yoon | Editora Novo Conceito

Tudo e Todas as Coisas

Tudo e Todas as Coisas

Nicola Yoon

Título original: Everything Everything
Gênero: YA, Drama
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 304
Edição: 2016
Avaliação: ★★★
Sinopse: "Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."
Maddy tem 18 anos e sofre com uma rara doença que faz com que ela tenha alergia a tudo e todas as coisas, e por isso vive reclusa em sua casa - que provavelmente é o lugar mais limpo do mundo - com sua mãe e sua enfermeira, Carla, que também é sua melhor amiga.

Maddy está acostumada a sua rotina sem graça e morna, lendo e relendo seus livros e tendo aulas online, além dos jogos com sua mãe e os almoços e jantares temáticos em dias específicos da semana. Sem novidades, sem grandes expectativas, sem decepções... Até que uma nova família chega à vizinhança.

Quando começa a observar o dia a dia da família, ela não consegue evitar a fascinação que tem por eles, mas em especial por Olly, o filho mais velho que pratica parkour e passa boa parte de  seu tempo no telhado, e a outra parte evitando as crises violentas do pai bêbado e protegendo a mãe e a irmã.
"Só porque você não pode experimentar tudo não quer dizer que você não possa experimentar algumas coisas. Além disso, se apaixonar faz parte da vida."


Graças a Carla a menina consegue se encontrar com Olly, mas nada de toques ou proximidade. A amizade dos dois, que começou por e-mail, cresce ainda mais. E um sentimento mais profundo não tarda a se aproximar dos dois, que não resistem a isso por muito tempo.

Quando começa a conversar com Olly, Maddy fica mais próxima do mundo e consciente de tudo o que perdeu e perde todos os dias. Olly não apenas trouxe com ele um sentimento que ela nunca antes teve, mas trouxe também algo que poderia colocar sua vida em risco: o desejo de viver, e não apenas existir.
"Eu era feliz antes de conhecê-lo. Mas agora estou viva, e isso não é a mesma coisa."
Tudo e Todas as Coisas é um livro incrível que me deixou sem reação em diversos momentos. A protagonista é forte e determinada, além de apaixonada pelas pequenas coisas, e acompanhar o desenvolvimento dela, seus desejos e sonhos, é inspirador. Fora que a narrativa, em primeira pessoa, nos deixa ainda mais próximos da Maddy.

Não esperava gostar tanto desse livro, que se tornou um dos favoritos do ano. Assim que concluí a leitura fiquei tentada a começar tudo de novo, para não ter que dar adeus aos personagens aqui presentes.

E sobre o final: não poderia ter sido melhor. Apesar de eu ter conseguido adivinhar por qual caminho a autora iria seguir eu gostei muito do desfecho.
"Às vezes você faz as coisas pelos motivos certos e outras pelos errados. Há ainda aquelas vezes em que é impossível saber a diferença."

Esse é um jovem adulto de arrancar o fôlego que traz temas muito interessantes e personagens inesquecíveis.  Além disso, a leitura é super rápida devido aos capítulos curtos e ilustrações que permeiam a obra. A edição está lindíssima e não deixa nada a desejar.

Leitura mais que indicada!
Ah, não podia esquecer, o livro será adaptado para o cinema em breve! E adorei a escolha do elenco! :D

0 comentários:

Postar um comentário