Review || The Flash


Olá, leitores e leitoras, tudo bem com vocês?
A review de hoje é da série americana  criada em 2014 por Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Geoff Johns. Baseada no personagem da DC Comics Barry Allen ou Flash. A história se passa em um universo fictício, assim como Arrow e SuperGirl. Com duas temporadas concluídas e a terceira já confirmada para o final de 2016, The Flash conta a história de mais um super-herói dos famosos HQ's.

O elenco principal é formado por:
Grant Gustin como Barry Allen | Flash
Candice Patton como Iris West
Danielle Panabaker como Caitilin Snow
Carlos Valdes como Cisco Ramon
Tom Cavanagh como Harrison Wells
Jesse L. Martin como Joe West



Barry Allen fica aos cuidados do detetive Joe West e sua filha Iris, após o menino presenciar o estranho assassinato da sua mãe, sendo seu pai o maior suspeito, que foi preso por ter digitais na arma do crime. Desde criança, Barry não acreditava que o pai fosse um assassino, porém como o caso atingiu as mídias da cidade ele sofreu muito bullying na escola, tendo Iris e Joe como um porto seguro muitas vezes.

Antes de se tornar o Flash, Barry trabalha como um CSI no departamento de polícia da Central City. Ele se torna obsessivo em descobrir como sua mãe morreu e isso acaba o afastando das pessoas, exceto Iris sua melhor amiga, por quem nutre um amor platônico e consequentemente não correspondido. Principalmente, após a chegada do novo policial Eddie Thawne.

Harrison Wells é um cientista junto de Caitilin e Cisco, que desenvolve um acelerador de partículas e durante a apresentação ao vivo para o público um mal funcionamento, devido a uma tempestade, faz com que a cidade seja coberta de radiação. O raio atinge Barry e muito mais pessoas, as mesmas desenvolvem certos "poderes ou habilidades especiais" e algumas dessas pessoas estão determinadas a fazerem o mal.

Após ser atingido Barry fica 9 meses em coma e é monitorado por Harrison e sua equipe. Não demora para eles descobrirem que ele consegue se mover mais rápido que qualquer pessoa. Sua vida muda completamente e sua obsessão aumenta, mesmo após catorze anos da morte de sua mãe. A verdade é que depois do raio ter atingido toda a cidade, muitos acontecimentos começam a relacionar com o dia que sua mãe morreu.

Em alguns flashbacks, Barry consegue se lembrar que um raio com o rosto de um homem invade a sua casa e mata sua mãe, culpando seu pai. Depois que Dr. Wells identifica que Barry é um meta-humano, ele decide com ajuda de seus novos amigos assumir uma personalidade nova, e assim Flash tenta salvar a cidade de bandidos e outros meta-humanos.

Alguns mistérios rondam a vida do rapaz, mas a sua principal preocupação é em descobrir quem é o homem no raio que assassinou sua mãe.

Oliver Queen, Felicity e Digger aparecem em alguns episódios de The Flash e vice versa. O primeiro a fazer participação foi Barry em um episódio de Arrow, ele ainda não era Flash. Na verdade, essa foi a maneira que eles encontraram de inserir o personagem na ficção.

Além de Stephen Amell, outros atores fazem participações na série, mas a que eu mais gostei com toda certeza, foram as participações dos atores Wentworth Miller e Dominic Purcell  como Capitão Frio e Onda Térmica. Para quem não conhece, os dois ficaram muitos famosos após a série Prison Break.

Caitilin é a minha personagem preferida, além de ser muito inteligente ela é especialista em bioengenharia. Ela acredita que seu noivo, Ronnie Raymond, morreu após a explosão do acelerador, e esse fato faz com que ela se aproxime muito de Barry como uma grande amiga. Cisco é o piadista. Ele escolhe os nomes dos vilões. O nome sempre está ligado a sua habilidade e, muitas vezes, suas escolhas acabam se tornando um tanto quanto cômicas. Dr. Wells é um grande mistério, em vários episódios são deixados pistas sobre o personagem, com muita atenção da para matar uma parte da "charada".

O elenco possui ótimos atores, Grant Gustin foi o grande destaque, principalmente para quem o conheceu na série Glee interpretando o Sebastian. Conseguindo provar o quão bom ele é como ator, não que ele precisasse disso (ahaha), mas para muitos críticos foi uma grande surpresa. Danielle Panabaker e Candice Patton também foram uma surpresa positiva.

A ligação com Arrow também é muito interessante, por que apesar de passar no mesmo universo, contam histórias diferentes. A série é incrível e não é necessário ser fã dos quadrinhos ou até mesmo de super heróis em geral, para gostar. 

Os efeitos especiais são muito bons, e as reviravoltas causa uma animação maior a cada episódio assistido.

Agora quero saber de vocês, o que acharam da série? 


0 comentários:

Postar um comentário