Resenha || Esperando a Hora da Stella | Circuito


Esperando a Hora da Stella
Maria Dolores Wanderley


Gênero: Poesia, Prosa
Editora: Circuito 
Número de Páginas: 80
Edição: 2016
Avaliação: ★★★
* Cortesia da Oasys Cultural

Sinopse:
Marcado sempre pelo amor e pelo estranhamento, o livro Esperando a hora da Stella, sem nunca perder uma notável unidade de tom (derivado de um olhar sensível e maduro, acostumado a observar e ase auto-observar) constitui-se de breves memórias, em diferentes suportes (poemas, contos, crônicas, fotografias) do percurso artístico da poeta Maria Dolores Wanderley pela cidade do Rio de Janeiro


Esperando a Hora de Stella é uma mistura de prosa e poesia com uma pitada de melancolismo e alegria que encanta qualquer leitor que aprecie ou queira entrar no mundo delicado e delicioso que é o da poesia.

Nossa autora nos traz poemas que foram compostas com suas idas ao consultório de sua analista - chamada Stella - e que achava que esse tempo de "ócio" podia ser um instante de efervescente produção literária e deu vida à uma obra que dar vazão aos sentimentos e emoções quando venho do Nordeste a cidade do Rio de Janeiro.



No poema A festa caleidoscópica da memória temos uma viagem pelo avanço das horas que levam consigo nossas esperanças e sonhos que outrora foram alimentados pela nossa ideológica mente infantil, como o verso exprime: " O tempo é uma espiral que engole sonhos./ Dele saltam descompassadamente."

Em Os Túneis temos um pouco dos pensamentos de Dolores que fala da diferença entre sua terra natal e o grande Rio de Janeiro que apresenta a ela não somente a beleza, mas mostra suas mazelas explicitamente.
" Nas portas dos túneis há pivetes armados."
Ela mescla perfeitamente prosa e poesia com maestria que me trouxe uma admiração profunda pela construção literária e a desenvoltura que tem com os trechos que trazem prosas sobre sua vida acadêmica é claramente passadas aos leitores que dar um ponto a mais para o livro, pois fala de Geologia - formação da autora - assim ampliando nosso leque de informações.
" Dia após dia percorro o labirinto das palavras para matar os demônios que me aliciam, mas não encontro razão para isso."

Ao chegamos no final da obra, nos deparamos com fotografias magníficas feitas pela nossa autora cheia de talentos que demonstram seu senso de estética, disposição de objeto, harmonia simétrica que também é levada à níveis mais elevados em seus poemas.

A fonte do livro é boa para leitura e as folhas brancas não prejudicam em momento algum e contribuem para melhor apresentação das fotos ao decorrer da obra.

Esperando a Hora da Stella é sem dúvidas, um livro que mostra que literatura e fotografia são igualmente importantes e podem ser mescladas com equilíbrio e sabedoria e assim criando um universo de delicadeza e paixão.


0 comentários:

Postar um comentário